Creatina: suplemento perigoso?

Ultimamente muito se tem discutido e falado sobre a creatina, viagra noticias verdadeiras, boatos, dúvidas e muitas inverdades também. Hoje em dia já temos um respaldo científico para muitas destas questões e indicaremos a seguir informações que podem esclarecer muitas de suas dúvidas e identificar se este “famoso” suplemento pode atender a suas necessidades nutricionais e atléticas.

O composto nitrogenado creatina, formado a partir dos aminoácidos arginina, glicina e metionina no fígado e nos rins, é alvo de inúmeras pesquisas, e os resultados dessas pesquisas comentaremos rapidamente abaixo:

– Creatina prejudica a função renal? Os estudos comprovaram que, apesar de ter havido pequenas alterações nos marcadores de função renal, a creatina não alterou a função renal de indivíduos saudáveis que usaram a dose recomendada de 3 gramas ao dia. Essa dose não deve ser ultrapassada, pois não se sabe se o aumento dessa dosagem pode causar danos colaterais pelo uso em longo prazo.

– Creatina engorda e retém líquido? Creatina não fornece calorias quando submetida à combustão, portanto creatina não engorda, porém, a creatina retém líquido, já que a mesma se acumula no músculo, causando aumento de água intracelular nesse órgão, isso pode refletir num leve aumento de peso que, com a descontinuação do uso, esse excesso de peso será eliminado.

– Para que serve a creatina? A creatina gera fosfato para a ressíntese imediata de ATP, moeda energética usada em todos os exercícios, porém, o maior efeito da creatina é notado em exercícios de curta duração e de alta intensidade. Ocorrerá aumento de força com o uso da creatina, gerando indiretamente, aumento de massa muscular induzida pelo exercício de hipertrofia.

Bons treinos e até a próxima !!!

Por
Cláudio Chináglia
Startmove Assessoria Esportiva

 

 

Você também pode se interessar por:

Beta-Alanina: carnosina como redutor de fadiga muscular?
Betaína: suco de beterraba como recurso ergogênico!
Pré-Treino (parte 1)
Caseína: ideal para consumir antes de dormir?
Nutrientes antioxidantes na performance da corrida