Os Enigmas da Corrida!

Conversando com corredores, remedy amigos e amantes da atividade física que não são profissionais da área do esporte ou da saúde, muitos me questionam como aplicar nos  treinos as informações observadas em artigos, revistas, livros e comentários que em muitas vezes se tornam técnicos demais. Concordo e entendo perfeitamente as dúvidas, de fato, para quem não é profissional da área, não é fácil ouvir falar em: princípio da especificidade, interdependência volume x intensidade, aspectos neuromotores, deslizamento de proteínas contráteis (actina e miosina), carboidratos de alto índice glicêmico, etc…. Afinal o que queremos é apenas correr melhor, mais rápido e com saúde!

Desta maneira, a intenção desta matéria é explicar, de maneira simplificada, algumas informações “cabeludas” que muitas vezes podem confundir a cabeça do corredor.

a-      Interdependência Volume x Intensidade: Na corrida, normalmente, tratamos o volume como (distância ou tempo) e a intensidade como (velocidade), quando ouvimos falar nessa interdependência, significa que se corrermos uma distância maior devemos diminuir a velocidade, e vice-versa.

b-      Carboidrato é a primeira fonte de energia do organismo: Erroneamente visto apenas como vilão, alimentos ricos em carboidratos (massas, pães, algumas frutas, etc), são muito importantes para as corridas. Eles geram energia imediata para executar a atividade com qualidade e segurança (pré-treino), e, fornecem substratos para reposição e recuperação muscular (pós-treino).

c-      Alongamento X Flexibilidade: Estudos recentes indicam que o alongamento passivo (exercícios tradicionais que você executa em si mesmo por aproximadamente 15 segundos de maneira moderada), devem ser feitos preferencialmente ao final dos treinos para “resfriar” o corpo, voltar à calma e relaxar a musculatura. Antes do treino de corrida, devemos priorizar atividades que estimulem, aqueçam e preparem o corpo para uma atividade mais intensa (corridas leves, alongamentos dinâmicos e exercícios educativos).

Espero que estas informações possam ajudá-los a entender alguns enigmas da corrida e desta maneira você possa correr mais e melhor. Só não se esqueçam de que o principio científico que sobrepõem a todos é o da individualidade biológica, e significa que cada um é diferente do outro, assim como seus limiares de velocidade, freqüência cardíaca, volume de treino, capacidade de recuperação, etc. Portanto, cuidado com receitas milagrosas, treinos e dietas do “vizinho”, planilhas comum a vários corredores e objetivos fora da sua realidade. Procure uma assessoria especializada ou profissional de Educação Física, faça a avaliação inicial, receba sua planilha individualizada e boas corridas!

Por
Sandro Rodrigues dos Santos
Startmove Assessoria Esportiva

Você também pode se interessar por:

Corrida x Hipertensão Arterial
Atividade Física e Saúde
Atestado Médico
Em breve... - Corrida Atitude Bosch
Cuide de sua saúde: depoimentos de pessoas que aceitaram nosso "SOPRO"!