18ª Volta à Ilha de Florianópolis

No último dia 20 de abril, medical o diretor técnico da StartMove participou de uma das mais tradicionais e difíceis prova de revezamento do Brasil, cialis a Volta à Ilha. Com a difícil condição de conseguir uma vaga para participar, cialis Sandro candidatou-se virtualmente à vaga em alguma equipe que se interessasse. E mais uma vez prevaleceu o ditado de um professor que muito admiro: “Aves de mesma plumagem andam juntas…”, confiram abaixo o relato de uma das integrantes da equipe e boa leitura…

18ª Volta à Ilha de Florianópolis

 “As melhores coisas da vida não são coisas, são momentos.” Foi exatamente o que senti quando vi nossa equipe reunida na noite que antecedeu nossa participação no 18o. Revezamento Volta a Ilha Asics, a prova mais cobiçada pelos atletas de corrida de rua no Brasil. A Volta à Ilha Asics é uma corrida em equipe onde os atletas dão uma volta completa à Ilha de Florianópolis. Os trechos de cada integrante da equipe variam de 3 a 11 km e no percurso enfrentamos diversos tipos de terreno, sendo trilhas na mata, areia fofa de praias e dunas, chão batido, asfalto, calçamento, aclives, declives, e ao redor uma paisagem impar. Participar do Revezamento Volta à Ilha é sempre pensar coletivamente em todos os aspectos: primeiro como uma equipe que formamos, de lugares diferentes, de idades variadas, com profissões diferentes, e com diferentes níveis de treinamento, um respeitando no outro aquilo que estava trazendo para agregar a equipe e tenho absoluta certeza de que, na nossa equipe, cada um trouxe o seu melhor, como pessoa e como atleta; pensar coletivamente entre atletas, organizadores e stafs da prova; entre atletas e a natureza da ilha, entre atletas e moradores da ilha, entre atletas e o pessoal do apoio das equipes incumbidos do nosso transporte até os pontos de transição, enfim, nada se consegue sozinho, completar a prova e uma integração absoluta entre tudo e todos.

Participar do Volta a Ilha envolve muitas pessoas além da equipe, a começar pela inscrição, nossa equipe Reveza Racing II, teve sua vaga garantida a partir da equipe Reveza Racing, de Pouso Alegre, que participa da prova há 17 anos e sempre sobem ao pódio nas categorias que participam, e isso concede ao coordenador da equipe levar mais uma equipe, e assim, lá fomos nós vencer esse desafio.

Nesse caso eu diria que vencer significou completar o percurso, que iniciou 6:30 da manha, depois de uma noite mal dormida pela ansiedade, enfrentando todos os percursos debaixo de um sol escaldante, 11hs, meio dia, 1h…correndo, dentro do carro ou em cima da moto, sem descanso, e com muito desgaste não só físico mas mental também, pela preocupação com o próximo percurso, com o transito pra chegar nos postos de troca, pelas regras rígidas da prova, preocupação com o bem estar dos colegas da equipe. Vencer significou completarmos a prova no fim do dia, inteiros apesar disso tudo, e unidos, realizados, mais fortes, e com muita vontade de passar por tudo isso outra vez.

Minha homenagem às pessoas mais que especiais que integraram a equipe Reveza Racing II no 18o. Revezamento Volta a Ilha: Coordenador da equipe Tadeu (meu marido), João, Juliana, Leon, Luciano, Sandro, Adriana Domingos, Juliana, vocês são heróis! No apoio, nossos motoqueiros Adriano e Anderson, o nosso lanche turbinado agradecemos Soraia (esposa do Luciano), e ao coordenador da equipe Reveza Racing Mariano Moraes.

Adriana Kian D. Carvalho
Educadora Física e Fisioterapeuta

 

Você também pode se interessar por:

Startmove no Circuito Estações Adidas
Mais um Gigante como parceiro...
Em breve... - Corrida Atitude Bosch
Treinador da StartMove participa de intercâmbio no Sul do País
Novidades à Tona